• Notícias
  • Concurso da ANS com 102 vagas já tem organizadora definida

Concurso da ANS com 102 vagas já tem organizadora definida

Mais um passo foi dado para a realização do concurso com 102 vagas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Saiu no Diário Oficial da União (DOU), da edição de 23 de outubro, que o órgão escolheu, por meio de dispensa de licitação, a Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) para ficar responsável pela organização do certame.

Procurada pelo JC Concursos, a assessoria de imprensa da agência informou que a lotação das oportunidades ainda não foi definida e que o edital será publicado até 24 de dezembro, que é o prazo final estipulado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Apesar de não ter sido delimitada a distribuição das ofertas, sabe-se que elas poderão ser lotadas na sede da ANS, que fica no Rio de Janeiro, e nos núcleos localizados nas cidades de São Paulo (SP), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE) e Belém (PA), além de Brasília (DF).

Com a definição da organizadora, agora a ANS iniciará o processo de assinatura do contrato de prestação de serviços com a Funcab. Assim que esta etapa for finalizada, a agência preparará o cronograma contendo a data de lançamento do edital, o período de inscrição e os dias que serão aplicadas as provas.

Cargos do concurso ANS 2015

A nova seleção terá 66 ofertas para a carreira de técnico administrativo e 36 para técnico em regulação de saúde suplementar. O primeiro posto requer apenas ensino médio, enquanto o outro deve apresentar chances para candidatos com curso técnico em áreas específicas.

Consta na atual tabela de remuneração dos servidores federais que os vencimentos correspondem a R$ 6.062,52 para técnico administrativo e a R$ 6.330,52 para técnico em regulação, já contando com o vale-alimentação de R$ 373.

Concurso ANS de 2013

Há dois anos, a ANS promoveu uma seleção com 81 oportunidades destinadas às funções de técnico e analista, com exigência de níveis médio e superior, respectivamente. Na ocasião, o Cespe/UnB foi contratado para ficar responsável pela organização do certame.

Para o emprego de técnico administrativo foram disponibilizadas 20 chances para as cidades de Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Cuiabá, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e Salvador. Já as três vagas para a colocação de técnico de regulação estavam distribuídas entre os municípios de Belo Horizonte, Belém e Salvador.

Este último processo seletivo da ANS constou de testes objetivos com 120 perguntas e avaliações discursivas para todos os candidatos. As questões das provas objetivas versaram sobre conhecimentos básicos, conhecimentos específicos e atualidades.
Mais de 38 mil candidatos se inscreveram no concurso, sendo que 26.827 deles disputavam as vagas no Rio de Janeiro. A concorrência geral foi de 478 candidatos por vaga.


Fonte: JC Concursos